top of page

Assembleia Regional entra em seu terceiro día trabalhando interculturalidade


Os membros da Assembleia visitaram as atrações de Cochabamba no terceiro dia da Sexta Assembleia Regional da América do Sul e desfrutaram de danças folclóricas bolivianas.


O terceiro dia da Assembleia começou com o pequeño almoço, antes de se dirigirem ao Cristo da Concordia, um lugar de peregrinação constituído por uma das maiores figuras de Jesus na América a 44,44 metros (15 metros mais alto que o Cristo Redentor no Rio de Janeiro), de onde se pode apreciar uma vista panorâmica da cidade. O passeio continuou então na Plaza Mayor de Cochabamba, visitando os Correios, a Câmara Municipal, o Gabinete do Governador, a Catedral e uma feira de artesanato tradicional, permitindo aos membros da assembleia aprender mais sobre a cultura boliviana que faz parte do rico e diversificado patrimônio regional.

Depois do almoço, o primeiro módulo da tarde tratou da Missão de Vida Consagrada numa Igreja Sinodal, dirigida pelo Pe. Alejandro Marina, conselheiro de programa e caminho sinodal na Arquidiocese de Cochabamba.

O P. Alejandro explicou que o conceito de uma Igreja sinodal significa que a Igreja é uma comunidade em peregrinação conjunta para o Reino de Deus. Para introduzir a sinodalidade, citou uma mensagem do Papa Francisco na qual nos convida a sonhar com uma opção missionária capaz de transformar tudo. Em seguida, pediu aos presentes que dialogassem com os que lhes são próximos sobre o que eles acreditam que precisam de mudar como maristas para ir em peregrinação em comunidade. Convidou-os a ser uma Igreja missionária a sair, alcançando os jovens de uma forma aberta de pensamento e de diálogo.

Dando continuidade ao trabalho, o Secretário Executivo da Região Leonardo Soares apresentou os Projetos e resultados da Região da América do Sul para 2022. Ele detalhou o progresso de cada uma das iniciativas regionais. As premissas para a região são também mantidas, tais como reforçar a Vida Consagrada e os Leigos, deixar de duplicar projetos, evitar sobrecarregar a agenda de Irmãos e Leigos, reduzir custos, não interferir nos projetos locais das Províncias e agir com uma metodologia de implementação de projetos, para que estes cheguem as pontas.

Leonardo também fez uma apresentação sobre a União Marista do Brasil (UMBRASIL), um organismo que apoia e liga as Províncias brasileiras e que está ao serviço da região. O seu trabalho é proposto segundo as linhas de reforço da Identidade, Missão e Vocação, Organização Religiosa e Comunicação e Representação Institucional. Foi então apresentada a nova Proposta de Planeamento Estratégico Regional.

O dia terminou com um momento de oração da Província Marista do Brasil Centro Norte (PMBCN) e uma celebração que incluiu a apresentação de uma série de danças folclóricas realizadas por estudantes maristas das escolas de Cochabamba.

Comments


bottom of page